Spring Days with Jardin d'Époque


Follow Fine Alchemy:  Facebook // Instagram // Pinterest // Bloglovin 









 Ler em Português      Read in English

Primavera, já sentia a tua falta! Como bem sabem, na semana passada contei-vos o quanto ansiava por este dia! É verdade, apesar de ser fã incondicional do Outono / Inverno, o frio e o tempo rigoroso levou-me ao limite e comecei a ansiar pelo sol, pelo tempo ameno e pelos dias quentes. Alergias à parte, estou super ansiosa por esta Primavera! Às vezes ignoramos, mas as estações influenciam sem dúvida a nosso bem estar, emocional e físico. E o tempo agradável que se avizinha sem dúvida que me vai dar mais motivação e entusiasmo!

Mas outra coisa que gosto muito na Primavera (ainda que as estações possam estar um bocadinho trocada) é o florescer da Natureza. Para uma pessoa com alergias é quase bizarro dizer isto, mas... eu adoro as cores que surgem à nossa volta, a variedade de flores, a vegetação que fica mais verde ainda... É quase como se a Natureza disse-se um olá carinhoso à sua querida Primavera. Além disso, sempre achei que uma casa não está completa com sem algum toque leve da Natureza. Uma planta, um ramo de flores, uns pequenos catos... pequenos apontamentos de cor e folhas bem verdes parecem dar uma dimensão mais humana àquilo que chamamos de casa.

Para vos inspirar a pensar nessa outra dimensão sobre os nossos lares, pensei... qual é a melhor forma de vos inspirar a deixar entrar a Primavera nas vossas casas? Admito, não sou de todo alguém experiente no tema em torno dos verdes, ainda ando a estudar a cada passo como cuidar deles da melhor forma (infelizmente, em muitas situações termina numa morte precoce). Por isso decidi passar uma manhã bem recheada e animada junto da Ema e ao dar-vos a conhecer o seu projeto, Jardin d'Époque. Sem levantar muito o véu à conversa, a Ema é uma pessoa incrivelmente inspiradora e muito talentosa no que toca a aprimorar aquilo que a Natureza nos dá (como podem comprovar pelas delicadas fotografias que quase retratam uma brisa primaveril). Mas leiam as suas palavras, não vão ficar de todo arrependidos!

1 _ Gostava de começar por te perguntar qual é o teu background e como surgiu o Jardin D'Époque?

Quando terminei o secundário tinha a certeza que queria estudar Design de Interiores! E foi assim que começou o meu percurso universitário. Frequentei a ESAD Matosinhos e em simultâneo estudava ballet clássico. Mas rapidamente percebi que tinha uma série de inquietações e cheguei à conclusão que talvez fosse boa ideia aventurar-me no mundo da arquitetura. Foi o que fiz! Estudei arquitetura mas sempre estive envolvida em projetos paralelos ligados à produção cultural. Fiz produção na área da dança, do teatro e do cinema e acabei por rumar até França para trabalhar em programação cultural. E foi por lá que o Jardin d' Époque ganhou forma! Sempre tive uma forte relação com flores e plantas. Não sabia os seus nomes na ponta da língua, na verdade ainda hoje me esforço por aprender mais todos os dias, mas metia, literalmente, as mãos na massa! Os meus pais sempre tiveram um jardim e um quintal enormes e sempre foi muito presente essa relação com a terra e com os ciclos da natureza. Em França redescobri as flores. É incrível como as pessoas as compram semanalmente como o fazem com as frutas e os legumes. E eu rapidamente cedi a essa aculturação. Depois quis aprender mais... Frequentei alguns cursos, inicialmente apenas por curiosidade, mas muito rapidamente o pequeno bichinho começou a crescer e foi o mote para eu pensar em voltar ao Porto e tornar o Jardin d' Époque num projeto profissional.

2 _ Consegues descreverias um dia aqui no teu atelier?

Os dias são sempre muito diferentes! Há dias em que o caos se instala sob a forma de mil flores e folhagem espalhadas por todo o lado... E há outros em que está tudo mais arrumadinho e a confusão faz-se em desenhos, imagens e contas! O meu processo de orçamentação e desenvolvimento de um projecto de design floral assemelha-se em tudo à forma como pensava e executava um projecto de design de produto ou de arquitectura. E isso faz com que cada dia seja diferente, assim como com que cada projecto seja verdadeiramente pensado de forma individual.

3 _ Tu tens um talento incrível para trabalhar em torno das plantas! E gostava de perguntar, porque tenho a certeza que as pessoas vão querer saber, além de trabalhares para eventos (casamentos, festas...), tu também vendes os teus arranjos diretamente a clientes?

Trabalhamos em várias frentes! Os grandes projectos de casamentos e outros eventos de dimensão generosa, são sempre aqueles que nos ocupam a maior parte de tempo. Temos ainda o privilégio de trabalhar de forma contínua com algumas unidades hoteleiras e restaurantes que nos permitem um processo constante, onde semanalmente produzimos peças florais de acordo com as suas características arquitectónicas e as suas identidades enquanto empresa. E finalmente, a pedido de muitas famílias, estamos a alavancar a sério o nosso cabaz semanal de flores! Acho que a Primavera está a contagiar toda a gente! A nossa Flower Box está disponível desde o início do projecto, há quase um ano, mas recentemente temos sentido que há um grande número de pessoas a deixar-se contagiar pelo espírito primaveril! Semanalmente, temos disponível uma bonita caixa de cartão que contém cerca de vinte pés de flores e folhagem da época. Está disponível mediante encomenda prévia e é a nossa forma de passar a mensagem que todos podemos ter flores menos comuns lá em casa todos os dias. Em relação à venda directa ao público, costumo dizer que não temos uma loja aberta mas temos um estúdio com a porta permanentemente encostada! Aceitamos qualquer tipo de encomendas, desde que sejam previamente formalizadas. A forma como trabalhamos faz com que não tenhamos todos os dias stock de flores frescas e por isso não conseguimos, nem é a nossa intenção, ser uma florista tradicional.

4 _ Já olhando para o grande motivo pelo qual quis fazer-te uma visita e falar contigo, a Primavera está a chegar e gosta de saber quais são as flores ou as plantas que marcam esta estação e que todos nós devíamos apostar para decorar as nossas casas?

As minhas sugestões vão no sentido do nome deste projecto... Jardin d' Époque, apostem no que a natureza oferece a cada virar de esquina! Por vezes, andamos tão distraídos que só valorizamos aquelas espécies que pintam os blogues e o Pinterest. Concentramo-nos em flores que não são nativas do nosso país, que atravessam a Europa (e por vezes outros continentes!) para chegarem até nós. E, muitas outras vezes, acabamos por comprar flores importadas que existem nos campos e nos jardins de pequenos produtores que são nossos vizinhos. Estejam muito atentos às ervas daninhas que crescem nas bermas das ruas... Aos jardineiros municipais que eventualmente estejam a fazer a manutenção dos jardins públicos e que tenham desperdícios que vos possam ceder... Pontuar as nossas casas de elementos naturais pode ser muito simples e barato! E se fizerem questão de um complemento mais especial, então enviem-nos um e-mail a perguntar que coisas bonitas e fora do comum terá a nossa Flower Box da semana!

5 _ Por norma, todas as áreas criativas acabam por ter tendências. Sentes que mesmo no mundo criativo em torno das flores e das plantas existem também? Se sim, quais achas que são aquelas que marcarão, a teu ver, esta próxima estação?

Sem dúvida. As tendências são transversais a todas as áreas e as flores não são uma excepção. O que mais sinto na pele em relação a este tema tem a haver directamente com o Pinterest e o Instagram. No mercado concreto dos casamentos, por exemplo, em 99% das vezes as noivas trazem-me dezenas e dezenas de imagens de inspiração que encontram nestas plataformas. Sei que este ano as peónias continuarão em alta, assim como as rosas inglesas. O eucalipto continuará a ser tendência... As suculentas ainda terão o seu lugar nos sonhos das noivas... Os blogues lançaram as folhagens desidratadas e as pampas... Eu prefiro perguntar a cada cliente quais foram as flores que pontuaram a sua infância. Do que se lembram das jarras de casa das avós, das mães... Gosto muito de trabalhar com as emoções e com as recordações de cada um.

6 _ Para terminar, e senão for segredo, que conselhos relativamente a cuidado darias àqueles que são apaixonados por flores e plantas?

Corram a rodear-se delas! E à semelhança do que acontece com a responsabilidade que é ter um animal de estimação, tentem perceber quais são as necessidades concretas de cada planta: exposição a diferentes tipos de luz, necessidade de água, forma do recipiente onde a colocam... E se falarmos em flores de corte, tentem fazer uma manutenção simples para prolongar a sua resistência: trocar a água de dois em dois dias e irem cortando a extremidade do caule para que a capacidade de absorção da água esteja sempre nas melhores condições possíveis.

Comments

  1. Ooooh meu, adoro flores, plantas aah <3

    ReplyDelete
  2. Oh meu Deus, adoro. :)
    Um beijinho,
    http://myheartaintabrain.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  3. que giro, adoro! deve ser um trabalho muito interessante, sem dúvida que as flores e toda esta época tem qualquer coisa de mágico... beijinhos https://ratsonthemoon.blogspot.pt/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu adorei passar umas horinhas com a Ema! É um trabalho super criativo e relaxante :D Obrigada*

      Delete
  4. Replies
    1. Eu também adoro *_* Beijinho*

      Delete
  5. So Pretty! My favorite season! Loving all these flowers!!!

    www.fashionradi.com

    ReplyDelete
  6. Também ando super ansiosa para a Primavera trazer dias quentes, sou como tu em relação ao Outono/Inverno mas confesso que sinto saudades dos dias solarengos, paisagens verdes e coloridas e o cheiro das flores :)
    Achei super interessante o percurso da Ema, desejo-lhe toda a sorte do mundo para continuar com o seu trabalho maravilhoso! (p.s. as fotos estão incriveis!)
    Beijinhos!

    Blog ♡ SimplyNeca | Instagram

    ReplyDelete
    Replies
    1. Estamos quites! Estou com umas saudades da Primavera! :D
      Oh que querida, obrigada :D A Ema agradece também! Beijinho*

      Delete
  7. Eu sou completamente apaixonada por flores e plantas, sorte a minha de não ter grandes alergias!
    Gostei muito do projeto da Ema, o maior sucesso para ela :)

    Beijinhoos,
    santiago | facebook | instagram

    ReplyDelete
    Replies
    1. O projecto dela é lindo! Ainda ontem trabalhei perto dela e é...incrível! :D Beijinho*

      Delete
  8. Amo plantas!!!
    www.styledays.pt

    ReplyDelete
  9. Também estava ansiosa pelo sol, confesso! Adoro flores :)

    https://quase-italiana.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  10. Eu sou sincera, gostava tanto de implicar essa prática francesa de comprar flores semanalmente para ter cá em casa. Eu tento fazê-lo com regularidade, mas infelizmente, tenho sempre aquele pensar que é algo tão dispendioso para durar alguns dias. Parabéns à Ema pelo seu projecto absolutamente lindíssimo e inspirador <3

    THE PINK ELEPHANT SHOE // Ganha 3 batons lindíssimos da Nyx!

    ReplyDelete
    Replies
    1. É verdade, infelizmente é algo caro, e tem vindo a aumentar de preço! Mas dá logo outro ar à casa!:D Obrigada, beijinho*

      Delete
  11. Amazing post! Very beautiful pictures!
    Would you like to follow each other? Follow me on Blog and Google+ and I'll follow you back!
    www.recklessdiary.ru

    ReplyDelete

Post a Comment